*** De acordo com o RBAC-61, os requisitos para obter uma licença de Piloto Comercial de Avião ou Helicóptero (PCA ou PCH) são:

  • Ter completado 18 anos.
  • Ter concluído o ensino médio.
  • Ser titular de uma licença de Piloto Privado para a categoria de aeronave desejada.
  • Ser titular de um certificado médico (CMA) de 1ª classe válido (veja as instruções da ANAC). Ou acesse o site do CINDACTA II, em Curitiba. Outra opção é a Clínica Asinelli também em Curitiba.
  • Ter completado, com aproveitamento, um curso teórico aprovado pela ANAC, tendo demonstrado ser possuidor de um nível de conhecimento apropriado ao desempenho da função de piloto em comando. Disciplinas:
  • Na disciplina de navegação aérea para piloto comercial, o aluno aprenderá a interpretar cartas de rotas inferiores e superiores, cartas de saída e chegada por instrumentos e cartas de área. Aprenderá também a usar a radionavegação com os diversos aparelhos de navegação da aeronave, como o ADF, VOR, ILS e DME.
  • Na disciplina de meteorologia o aluno estudará a composição e estrutura da atmosfera, radiação solar e terrestre, temperatura, pressão e umidade, condensação e estabilidade atmosférica, nuvens e precipitação, ventos e circulação geral da atmosfera, códigos meteorológicos, além de outros ítens importantes na prática de voo.
  • Na disciplina de conhecimentos técnicos para piloto comercial o aluno fará uma revisão do conteúdo ensinado no curso de Piloto Privado e em adição será ensinado o funcionamento e os tipos de motores à reação existentes.
  • Na disciplina de teoria de voo para piloto comercial o aluno fará uma revisão do conteúdo visto no curso de Piloto Privado e em adição aprenderá a teoria de alta velocidade. Também será visto os aspectos de Peso e Balanceamento de aeronaves.
  • Na disciplina de regulamentos para piloto comercial o aluno fará uma revisão do conteúdo visto no curso de Piloto Privado e aprenderá as diferenças existentes na regulamentação para voos por instrumentos.

 

Ter recebido instrução de voo em um centro de instrução aprovado pela ANAC e por um instrutor de voo autorizado que registre tal instrução de voo nos registros de voo (Sistema Eletrônico de Registro de Voo ou CIV) do piloto em instrução. O instrutor é responsável por declarar que o aluno é competente para realizar, de forma segura, todas as manobras necessárias para ser aprovado no exame de proficiência para a concessão da licença de Piloto Comercial.

  • Realizar um total de 150 horas (para avião) ou 100 horas (para helicóptero) de instrução e voo solo, se estas foram efetuadas, em sua totalidade, durante a realização completa, ininterrupta e com aproveitamento de um curso de piloto comercial aprovado pela ANAC.
  • O candidato deve demonstrar, em exame de proficiência, sua capacidade para executar, como piloto em comando da categoria em que é solicitado o certificado, os procedimentos e manobras relativos à instrução de voo pertinente, com um grau de competência apropriado e para:
  1. Reconhecer e gerenciar ameaças e erros;
  2. Operar a Aeronave dentro de suas limitações de emprego;
  3. Executar todas as manobras com suavidade e precisão;
  4. Revelar bom julgamento e aptidão de pilotagem;
  5. Aplicar os conhecimentos aeronáuticos; e
  6. Manter controle da Aeronave durante todo o tempo do voo, de modo que não ocorram dúvidas quanto ao êxito de algum procedimento ou manobra.